A regra da passarela de Inverno 2017 é subir as golas. Isso quer dizer que vale resgatar aqueles suéteres turtle neck do final dos anos 80. As peças com a gola mais alta, cobrindo todo o pescoço, são mais comumente associadas às temperaturas baixas do outono/inverno. Por isso, podem ser boas substitutas para um cachecol, por exemplo.

 

 

O que se vê muito pelas ruas são as golas rolê combinadas a muita sobreposição – sejam blusas sobre blusas ou com grandes trench coats.

 

A gola rolê também pode ser uma aliada caso você queira alongar a silhueta e o rosto. Na hora do styling, prenda o cabelo para potencializar esse efeito. Também vale colocar parte das madeixas para dentro da gola. Fica super estiloso!

 

E se engana quem pensa que as golas altas aparecem só em blusas fininhas, à la segunda pele. Para destacar a região do pescoço, por exemplo, vale apostar em um modelo mais máxi e bufante. Eu adoro!

 

Como aqui no Brasil não faz tanto frio assim, a gente mostra jeitos de usar gola rolê e não passar calor! Que tal combinar aquela blusinha cropped de gola rolê com saia alta? Fica um charme!

 

18.06.2017 Estampa Vichy

A padronagem apareceu no streetstyle como uma forma de brincar com texturas e ilusões de ótica. O xadrez voltou a ser uma tendência presente na moda de rua. O destaque, porém, fica para uma estampa específica: o Vichy.

O desenho surgiu na década de 1950 e foi eternizado nos looks de Brigitte Bardot, especialmente no vestido de casamento que usou para a cerimônia com o ator Jacques Charrier. A padronagem surgiu na cidade francesa de mesmo nome, e desde o ano passado tem despertado o interesse das fashionistas dentro e fora das passarelas.

A diferença deste xadrez para os demais é que ele é simplificado, com uma divisão clara entre as cores e espaçamentos bem definidos. Pense em uma toalha de piquenique ou uma camisa simples em preto e branco (muito comum em festivais de música, por exemplo). Bem diferente do tartan, tão comum em peças de lã.

 

A dica é usar a padronagem para brincar com sobreposições e texturas: uma camisa alongada sob um casaco de pelúcia, um sobretudo sobre uma calça vinilizada, ou ainda combinando com estampas diferentes (as listras são uma boa aposta!)

 

Outro detalhe que não passa batido é o tamanho dos quadrados. Eles podem ser tanto maiores e espaçados, quanto menores e mais juntos uns dos outros, criando um efeito de ilusão de ótica.

 

Apesar de ser a paleta de cores preferida, o preto e branco não é obrigatório no Vichy, e você pode também optar por cores diferentes para variar a padronagem.

 


La vie en Rouge

Na dúvida, vá de vermelho!
Queimado ou aberto, sensual ou boyish, o vermelho (em todas as suas nuances) é a cor do momento. No algodão, na malha, no tricô, no cetim, no paetê, no moletom, no couro, na seda… não importa o tecido: o vermelho foi presença quase onipresente nas passarelas mundo afora, surgindo em looks que podem ir da padaria ao red carpet.

O visual monocromático promete bombar no streetstyle da temporada.

 

Casacos luxuosos e peças ladylike, fazem jus ao potencial poderoso da cor.

 

Vale também usar o tom em diferentes texturas para criar uma produção bastante atual – o veludo é o preferido para brincar com a cor, mas as transparências também foram uma escolha dos estilistas em Milão.

 

Não são apenas as peças de roupa que ficam incríveis em tons de vermelho. Sapatos, bolsa, lenços e muitos outros acessórios vermelhos também deixam o look ainda mais bacana.

Pode ser texturizada, com detalhes ou acetinada, mas precisa ser vermelha! A cor, inflamada e sedutora, foi destaque absoluto nas bolsas desfiladas nas passarelas de inverno 2017.

Na Gucci, Alessandro Michele combinou a versão de couro réptil com vestidos super-estampados e vibrantes. Na Valentino, o modelo de couro liso foi um ponto vibrante meio à estética neorromântica. Na Fendi, a aposta foi o total red. O resultado foi um visual forte e intrépido.

 

Vermelho tem o poder de elevar a confiança de toda mulher, exala glamour, é sexy e sedutor realçando qualquer tom de pele. Quase toda mulher possui uma peça vermelha no guarda-roupa e este promete ser o ano ideal para adquirir peças nesta cor, tendo em vista a variedade considerável que irá invadir as lojas.

Vermelho é  também, uma das minhas escolhas favoritas para as unhas, assim como o batom — que esta sempre em alta. A versatilidade desta cor é ilimitada, sendo perfeita para entradas marcantes. Então, siga a sugestão das passarelas e divirta-se!

 

Beijinhos,
Cah

 

Tendência Metalizados: ousadia e contemporaneidade se encontram no mesmo look

Oi Madames, tudo bem?
Quando pensamos em outono e inverno vem logo a mente tons mais escuros, sóbrios e fechados. No entanto, nesta nova temporada, os metalizados estão presentes para dar aquele brilho nos dias mais cinzas.

A proposta é brilhar. E as peças metalizadas aparecem como coringas nas produções. Casacos, vestidos, calças, blusas, saias, elas chegam como um ponto de luz. Não interessa o look, a tendência é que apareça um brilho metálico para compor o visual da estação.

Seguindo essa tendência, muitas marcas já estão incluindo em suas coleções o brilho. Um exemplo disso é a Colcci, que chega com tons como o cobre, dourado e prata. A coleção veio cheia de peças que se encontram e harmonizam com outras tendências.

Nela, blusa detonada e com pegada rocker entra em harmonia com a saia lápis no tom cobre metalizado.

 

 

Jaqueta jeans se encontra com vestido dourado metálico e camisetas folgadas ganham uma produção mais glamourosa com o prata.

 

 

O metalizado veio para complementar os looks com uma mistura de ousadia e contemporaneidade.

 

 

 

Gostaram das dicas, meninas?
Beijinhos

24.04.2017 Os olhos da vez!

Antes praticamente intocado na paleta de sombras, o vermelho agora é o protagonista da maquiagem para os olhos.
A cor virou hit nos desfiles de inverno 2018 da semana de moda de Nova York em diferentes tons, que vão do vermelho-fogo ao vinho. Dos esfumados elaborados a um sombreado sutil, uma coisa é certa: a cor é a aposta do momento para encher o look de atitude, seja ele mais rockeiro ou girlie, são os olhos da vez.


 
O traço já vem reinando e se reiventando há algumas temporadas. Nesta, ganhou um update de respeito: juntou-se à febre do glitter e dos metalizados.
Além do tradicional gatinho, cintilantes, o delineado completo, que contorna as pálpebras superiores e inferiores, também foi destaque.

Você pode optar em usar os lápis e os delineadores líquidos que já vem com acabamento brilhante. Ou para algo mais artesanal, faça o traço de costume, com lápis preto ou marrom, e, em seguida, cubra-o com uma sombra ou pigmento metalizado – entre os tons mais usados, estão o bronze e o prata (uma escolha bem fresh). Apesar de mais trabalhoso, esse processo diminui bastante as chances de erro e, de quebra, aumenta a durabilidade do make.

 



 
Para quem curte um visual mais básico, as maquiagens monocromáticas caíram no gosto dos maquiadores. Alguns looks de agora combinam com lábios, olhos e até bochechas no mesmo tom, sempre de uma paleta de cores pouco chamativa. Entre os mais escolhidos, estão os tons rosados e corais – especialmente os mais claros.

Kendall Jenner apostou naquela maquiagem que parece nada mas é tudo, iluminado, pele perfeita e olhos destacados com foco nos cílios.

 



 

O slip dress ganhou as passarelas e as ruas com seu jeito despretensioso de camisola. Alças bem finas, detalhes de renda ou tule, corpo de seda ou cetim: é fácil reconhecer esse modelo sensual ao avistá-lo por aí. Inspirado no estilo boudoir, aquele com referências nas lingeries e peças íntimas, ele é o toque de delicadeza que o seu look precisa! Inspire-se:

xadrez!
O vestido em padronagem xadrez garante ao visual uma proposta contemporânea e antenada. Aposte na camisa lisa para o efeito perfeito ao look. Dica: calçados baixos, como a mule em couro, dá um up essencial. Invista!

 

deu renda!
O slip dress de renda dá graciosidade e delicadeza. Ambas andam juntas e dão um diferencial mais que necessário a composição. Brinque com jeans também para complementar. Aposta certa para o mood streetwear.

 

de veludo!
O tecido que agora está de volta no closet feminino e nas passarelas, não poderia deixar de estar aqui. Como ele já é bem quentinho, equilibre com blusa de manga curta e tenha uma jaqueta estratégica amarrada na cintura, caso esfrie, ela será a solução!

 

romântico!
O tecido fluido com detalhes em renda dão suavidade, adicionados à jaqueta “pesada” de couro e tênis elevam o look com estilo mais jovial e despretensioso. Acessórios finalizam o styling de modo certeiro!

 

A Pantone já avisou: o verde Greenery é o tom que vai reinar em 2017.

Símbolo de novos começos, a cor evoca os primeiros dias da primavera, quando a natureza restaura suas folhagens.
Um verde musgo misturado com amarelo, que torna o tom mais claro, suave e criando uma ligação da moda com a natureza.

 

Ela já é um sucesso quando o assunto são pedras preciosas, já que apresenta uma seleção incrível nos diversos tons do verde, como esmeraldas, jades, topázios e turmalinas.

 

 

Nas joias, o verde serve para criar um contraponto no visual, funcionando como um harmonizador.

Desde os tons mais escuros, a exemplo dos brincos solitários da Talento, até os mais vivos, como no anel articulado da Ana Vartanian, o importante é sentir-se bem.

Muito versátil o Greenery pode ser facilmente usado de dia ou a noite.

 

Prever as tendências que realmente vão pegar no ano que chega não é tão simples quanto parece. Não basta ver o que dominou as passarelas, pois muitas coisas não despontam e febres de tendências surgem nas ruas, muitas vezes, sem se saber de onde. Ainda assim, especialistas tentaram prever quais as tendências para a moda masculina em 2017.

Conforto é uma das palavras-chave de 2017 para os homens. Espere silhuetas mais largas no geral para homens, independente da estação: calças mais largas; camisetas bem largas, especialmente as sem manga; bermudas largas; e por aí vai.

 

 

As sobreposições continuarão em alta. Aposte principalmente nas sobreposições leves e versáteis. Especialmente agora que, no mundo, o clima está incerto, as sobreposições funcionam bem como meia-estação, dando versatilidade estética e também funcional – você pode montar sobreposições frescas ou mais quentes.

A mistura de estilos é uma aposta para 2017. Os homens estão ficando mais confiantes no universo da moda e, perdendo o medo, estão ousando mais. O ano passado viu uma tendência a misturar estilos, principalmente elementos esportivos com alfaiataria. Há uma grande tendência a continuar essa prática, mas entrando mais a fundo e com ousadia.

O rosa já foi grande em 2016 com o rosa quartzo da pantone eleito uma das cores do ano. A tendência é que ele seja muito maior em 2017, especialmente nas roupas masculinas. Camisas, camisetas, bermudas, até mesmo casacos. A cor deve ficar nos tons pastéis ao invés dos brilhantes. O rosa cai muito bem para o estilo college ou preppy.

 

 

As calças curtas ou cropped também entraram para o universo masculino. Deixando os tornozelos de fora, esse corte de calça pode se adaptar a qualquer estilo, de esportivo a alfaiataria, passando por street style. São calças ótimas para eventos informais, como um churrasco entre amigos.

O amarelo foi outra cor que marcou presença nas passarelas e promete aparecer com força na moda masculina de 2017. Faz bastante sentido também, pois o amarelo é uma ótima cor para combinar com o verde greenery, a cor de 2017.

 

 

Artigo desenvolvido por Uppermag 

 

Oiii Madames, tudo bem?

Enquanto a moda acena com doses de conforto e de renovação, a beleza propõe um pouco de brilho para nossos dias. No meio de tudo isso, também ganha cada vez mais força a ideia de consumir conscientemente. Certo?
Vejam só o que vai ditar os meses que vem por aí.

 

1. Metalizados
Nas unhas, nas pálpebras e até nos lábios. Os acabamentos metalizado, incluindo os glitters, são a pedida. Os tons neutros, como dourado e cobre, são os mais democráticos e adaptáveis ao dia a dia, além de serem o primeiro passo perfeito pra você se acostumar com o efeito, né?!

 

2. Pisada Chapada
Usamos aos montes os saltos flatform em sandálias, mas a febre ainda tem fôlego para continuar – dessa vez, em versões invernais, como sapatos Oxford, tênis e coturnos.

 

3. Curtos e Naturais
Depois do sucesso da top brasileira Ari Westphal nas passarelas, os fios curtos e naturais têm brilhado. Quem curte?

 

4. Oversized
O shape das peças femininas tem sido redescoberto e a ideia de vestir algo solto no corpo conta cada vez mais com as adeptas. Assim, a modelagem oversized reina.

 

5. Consumo Sustentável
O mercado do slow fashion, que incentiva o consumo sustentável, ganha terreno com players de respeito, como as marcas Fernanda Yamamoto, C&A e À la Garçonne. Todas têm adotado o upcycling – prática que consiste em fazer roupas com a reabilitação e o reúso de materiais que seriam descartados.

 

6. Nature
O consumo consciente aparece ainda em outras frentes, como na beleza, como o slow Beauty. Entram em cena cosméticos à base de itens naturais, como mel, açúcar e aloe vera.

 

7. Lovely tees
A tipologia e o mundo pop se encontram nas passarelas e o resultado disso é uma série de frases desenhadas com letras gráficas e cheias de significados divertidos. Eu adoro! 🙋

 

8. Think Pink
O cor de rosa promete ser a tonalidade destaque das maquiagens de pegada fun. Esse não é um estilo que me agrada, mas tem gosto pra tudo e temos que respeitar, né?!

 

9. Athleisure
Tendência desde 2016, o estilo promete não nos abandonar tão cedo. Com ela, as roupas ficarão mais funcionais e arrojadas, com referências diretas do mundo esportivo. Quem é que não gosta de ficar confortável e na moda?! 👌

 

10. Deu Verde
A cor eleita pela Pantone como a oficial do ano é a Greenery, um tom de verde, e tem como inspiração os primeiros dias da primavera.

 

11. Jeans Repaginado
As estampas de grafite e as barras destruídas e assimétricas reforçam o aspecto urbano das peças, enquanto o shape oversized e o mix de lavagens em um mesmo item sublinham seu poder de conforto e versatilidade. Já falamos do jeans aqui e por ser a peça mais democrática que existe, faz sentido que apareça sempre em alta, néam?

 

12. Militância Fashion
Verde-musgo, estampa camuflada, parkas, abotoamento duplos, camisas estruturadas e muito bolsos. Todos os itens compõem o militarismo, que vai continuar nas araras das lojas após aparecer em desfiles de peso, como Versace, Fendi e Stella McCartney.

 

13. Maxibrincos
Quanto mais alegóricos forem, melhor. Invista em pares geométricos que trazem uma proposta de design visual, e prenda os cabelos para dar destaque às peças. A cara do verão, Madame!

 

14. All White
Em tempos de crise, ter clareza de ideias se faz necessário – e isso se reflete diretamente nas passarelas, que foram inundadas pela cor que traduz o mood. Amo me vestir de branco, e vcs?

 

15. Gotic Style
O estilo aparece mais romântico do que pesado. Ainda que o preto e os creepers venham com tudo, as rendas e a meia arrastão, bastante presente nos looks de streetstyle, trazem um pouco de leveza às produções.

 

16. Iluminador
Aplicado nos pontos de luz (na ponta do nariz e acima das bochechas), o iluminador que é figurinha carimbada em backstages de desfiles e campanhas, vira o produto must have do nécessaire.

 

17. Camisaria
Sempre em novas modelagens, com recortes e babados aos montes – a camisa Oxford retorna fortemente e derruba mais uma fronteira entre o feminino e o masculino.

 

Espero que tenham gostado das dicas!

Bjs
Cah 💋

 

 

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS (C) MADAME CARLOTA                        Programação: Sara Silva