No vaivém da moda, os modelos de cintura alta voltam ao protagonismo.

Primeiro foi o skinny de cintura super alta, o preferido das moderninhas de Londres. Depois, a flare e, na sequência, o mom jeans, aquele meio sem forma, de cós alto, shape reto e comprimento nem lá nem cá. Agora, todos eles estão de volta, convivendo em harmonia.

Se tem cintura alta e modelagem descolada, vale o investimento. E não faltam referências de musas dos anos 80 e 90 para buscar inspirações para looks atuais.

  • Flare

 

  • Skinny

 

  • Mom Jeans

 

A dobradinha jeans e jeans, sucesso há algumas temporadas, ganha folego extra com o mix novo de lavagens e texturas e apesar desse sucesso todo, a combinação ainda gera dúvidas.  Pensando nisso, separei aqui 4 dicas para ajuda-las na composição.

Lavagem igual
É a maneira mais fácil de acertar na composição, portanto, evite misturar peças com lavagens diferentes.

Mix de texturas
Fazer um mix de texturas significa que os ‘volumes’ dos tecidos devem ser diferentes. Peças pesadas têm que ser combinadas com outras mais leves. Por exemplo, uma calça mais pesada combinada de uma camisa com caimento solto e leve.

 

Volume Compensado
Assim como em qualquer outra combinação, no look total jeans também é importante dosar na composição para não exagerar e deixar o figurino carregado. Se optar por uma calça sequinha, opte por uma camisa ou jaqueta soltinha. Ou vice-versa.

 

Acessórios
Na hora de escolher os acessórios, opte por peças coloridas. Evite acessórios que lembrem o jeans, para não carregar demais o visual.

 

E aí Madames, o que acharam?
Inspirem-se!

Beijinhos,
Cah 💋

 

 

 

 

Bem-vindas à era dos brilhos e tons contrastantes.

O preto e o cinza podem até ser unanimidades no inverno, mas um toque de cor, às vezes, pode fazer toda a diferença nas produções dos dias frios. É aí que entra o mostarda.

Tendência nas passarelas de inverno 2017, o tom mais escuro de amarelo é aposta certa para atualizar o look sem muito esforço. Versátil, a cor forma um par perfeito com outros tons terrosos, como o marrom e o vinho.

Na hora de aderir à tendência, invista em tricôs, blusas de gola alta e vestidos ou calças de veludo. O resultado é muito cool. Vejam algumas dicas e inspirem-se!

 

 

 

 

Vamos combinar que mais de 80% das mulheres brasileiras são insatisfeitas com seu corpo. A boa notícia é que na hora de se vestir existem vários truques que podem valorizar características que desejamos, entre elas: afinar e alongar.

Conheça algumas dicas de como se vestir a seu favor para causar esse efeito:

1. Vestidos ou saias evasê
O volume desse tipo de modelo proporciona uma ilusão de ótica fazendo a perna parecer mais fina. Quanto maior for o espaço entre a peça e a perna, mais estreita a perna vai parecer.

 

2. Sapatos Nudes ou com transparência 
Um dos principais truques de alongamento é montar um visual com mínimo de cortes na horizontal. O sapato nude (tom da pele) ou aqueles transparentes (super tendência!) dão sensação de continuidade das pernas, alongando a silhueta.

 

3. Estampas verticais
As estampas podem ser ótimas aliadas na hora de dar forma ao corpo. As estampas horizontais dão efeito de volume, já as verticais orientam o comprimento. Para um efeito longilíneo opte por estampas verticais que criem linhas no seu corpo.

 

4. Calça Flare 
A calça Flare ou Boot Cut são ótimas para alongar a perna! Por serem mais larguinhas não marcam a panturrilha. Use com um salto alto e deixe a bainha da calça quase beijando o chão. O efeito é no ato!

 

5. Calça Jeans sem lavagens
As lavagens mais claras nas coxas, quadril ou panturrilhas dão destaque, acrescentando volume na região. Experimente usar jeans lisos e de preferência em tons mais escuros.

 

6. Cintura alta
As peças com cintura alta destacam a cintura e aumentam a silhueta por não deixar claro aonde as pernas se iniciam.

 

7. Monocromático
Além de ser uma tendência super elegante, os looks com uma cor só acabam com cortes horizontais, o que é ótimo para alongar a silhueta.

 

8. Sapatos de bico fino + peito dos pés à mostra
Opte por deixar o peito dos pés livres, quanto menos cortes melhor! Sapatos de bico fino, como scarpins e sapatilhas alongam e afinam as pernas.

 

Os looks de trabalho são desde sempre um sofrimento para as mulheres. Primeiro pois temos que inventar 5 produções diferentes toda semana. Segundo pelas restrições impostas pelo “dress code”.

Afinal, para o “office look” todas nós queremos acertar em produções que passem formalidade, seriedade e é claro, um tempero de estilo!

Para ajudar você nessa missão diária separamos alguns looks formais porém que saiam do óbvio, dando aquele charme necessário que vão fazer toda a diferença!

O truque das 3 peças sempre vai dar a sofisticada necessária no look e ainda é ideal para o inverno. A camisa jeans aparecendo embaixo da um ar mais cool e descontraído, sobreponha com um suéter e finalize com um blazer. O macacão já completa o look sozinho, arremate com o colete para um casual day. E por fim, aposte no maxi-colete e ganhe um charme a mais naquele look básico.

 

A calça pantacourt é uma excelente opção para sair do básico e pode ser arrematada em alfaiatarias super sofisticadas. O salto quadrado torna a produção ainda mais moderna, porém se quiser manter a sofisticação aposte nas sandálias de salto fino.

 

Na hora de ir para o trabalho invista em modelos totalmente oversized, fica super descolado and confortável.

 

Calças sporty com listras na lateral podem e devem ser usadas em ambientes formais. Por serem super tendência vão agregar estilo ao look sem perder a formalidade, use com um blazer da mesma cor ou com uma camisa com as mangas dobradas.

 

Branco e preto são eternos. Os blazers oversized além de disfarçarem o quadril dão outra cara ao office look.

 

Saia mídi vale sim! O modelo plissado garante bossa sem deixar a formalidade de lado. Um truque para garantir estilo no ato é dobrar as mangas da camisa bem pra cima, estilo bagunçado!

 

Peças listradas são ótimas alternativas para sair do óbvio. Para tornar o office look ainda mais moderno invista nas mules que são objeto de desejo mundo afora.

 

Azul is the new black! Opte por peças de alfaiataria azul para sair da mesmice. Repare como a calça cropped junto com o tênis deu uma pegada cool e atual para a produção.

 

Que tal, Madames? Inspirem-se!

Beijos,
Cah 😘

Modelo derivado da moda “maxi” faz sucesso entre as famosas e fashionistas

Quando o assunto é moda, as pessoas não cansam de se reinventar. Todo momento surgem novas tendências; às vezes renovadas de temporadas passadas, às vezes com uma proposta futurista e moderna. Com os acessórios acontece o mesmo. No outono/inverno deste ano, a vedete são os brincos “lustre”. Já ouviu falar?

Os brincos lustre são, como o nome sugere, brincos grandes e pomposos produzidos com muitas pedras e detalhes.

As peças desse modelo que mais fazem sucesso são as bem trabalhadas, ricas em minúcias. Os brincos que possuem mais pedras e detalhes, aliados a um design moderno, têm agradado as mulheres pois eles se tornam o destaque do look.

Porém, deve-se ter muito cuidado na hora de compor a produção. Se o brinco for muito grande não há necessidade de usar colar. Se optar por usar outra peça, o ideal é que seja um anel ou pulseira minimalista. Também é preciso atentar para o tipo de roupa para não sobrecarregar o look.

 

 

 

 

 

 

No grupo de peças essenciais do guarda-roupa de qualquer mulher, as saias nunca deixam de se fazer presentes. Toda mulher tem pelo menos um modelo no armário.

 

Mini Saia
Ela continua, mas não tem nenhum jeito novo de usar. A mini saia está na moda desde os anos 1960, às vezes fica pouquinho, às vezes tem algumas colegas (como a mídi) e às vezes vem sozinha ou pula uma estação, mas ela nunca deixou de aparecer em nossas vidas.

 

A Mini combinada com a bota de cano médio = uma dupla e tanto: o formato em linha A da saia dá um ar girlie ao look, que é devidamente equilibrado pelo peso das botinhas.

 

Esse mood delicado ainda pode ser dosado com saltos de bicos finos, deixando a produção supersexy.

 

O que é importante ressaltar é que ela fica fora dos ambientes formais e não são bem vindas no escritório, ok Madames?

 

Saia Mídi
As saias mídi são um sucesso e o comprimento da vez, mas deve-se tomar muito cuidado, pois seu uso pode ficar a um passo de um look envelhecido. Há diferentes maneiras de usa-la e por ser uma peça super romântica, se encaixa perfeitamente na tendência ladylike. Dependendo do look, pode até ficar com uma cara mais lúdica.

 

-De couro
Ótima maneira de trabalhar essa tendência, pois quebra um pouco do romantismo e dá um ar mais moderno ao visual. Experimente com um salto mais grosso e suéter.

 

-Estampada
Ela quebra a seriedade que o modelo traz. Use com uma blusa de outra estampa e faça um mix poderoso.

 

-Plissada
Com uma camisa jeans, um maxi colar e um salto grosso. Look arrasador, pronta para arrasar durante o dia e a noite!

 

Para conseguir o ar jovial e moderno, aposte em calçados fora do convencional. Experimente peças mais leves como cropped, uma camisa e sempre opte por sapatos decorados e não óbvios.

Para as baixinhas, os looks monocromáticos são a melhor opção, pois alongam a silhueta, sem fazer um “corte” no visual. Outra dica é apostar nas saias de corte reto ou evasê, pois criam uma linha reta na silhueta dando a impressão de alongamento. E nem pensem em rasteirinhas, vamos deixar essa opção para as mais altas, ok?

 

Saia Longa
Democráticas, é uma das peças mais femininas do guarda-roupa de uma mulher. Caem bem em qualquer ocasião, pode e deve ser usada o ano todo.

Para um visual mais despojado, combine a saia longa com peças clássicas, como uma rasteirinha e uma camiseta básica. Impossível errar!

 

Para a noite e ate mesmo uma reunião de trabalho, invista em uma camisa de alfaiataria e, um belo salto alto.

 

E para as baixinhas, seguimos a mesma regra da saia mídi. Invista num visual monocromático, não necessariamente da mesma cor, tons parecidos já dão um efeito de continuidade.

 

Já para as que estão um pouco acima do peso, evitem as de modelo mais volumosos e estampados, por marcar bastante o quadril não favorecem a silhueta. Opte por uma saia de corte reto combinada por uma blusa mais larguinha e garanta um visual bem elegante.

 

22.06.2017 Xadrez ou Tartan

Que a moda tem revisitado os anos 90, isso não é novidade, mas de seu mais recente passeio por lá ela trouxe para as coleções de outono/inverno 2017 um elemento da cultura escocesa, que já foi dos punks e, na década em questão, incorporado ao visual dos grunges (em suas inseparáveis camisas de flanela): o xadrez vermelho. Mas não estamos falando do xadrez comum, não, estilo vichy, mas do poderoso tartan, padrão nascido há milênios na Grã Bretanha para distinguir clãs.

 

Com algumas linhas a mais, além das que formam os quadradinhos simétricos das toalhas de piquenique, o tartan caiu nas graças da moda e hoje, mais uma vez, ganha forças em diversas coleções. Mesmo com significado talvez mais vago do que nunca no que diz respeito a cultura – dessa vez ela não está atrelada a nenhum movimento, além do movimento fashion -, essa promete ser a estampa mais vista da estação.

 

Antes bucólico e campestre, o tartan volta modernizado, urbano e com várias cores. A vantagem é que o xadrez típico escocês pode agradar a todos os gostos: desde a forma mais tradicional até abordagens descoladas. Casacos, saias e cachecóis são exemplos de peças que aceitam bem a estampa. Inspire-se na nossa seleção.

 

 

 

 

18.06.2017 Estampa Vichy

A padronagem apareceu no streetstyle como uma forma de brincar com texturas e ilusões de ótica. O xadrez voltou a ser uma tendência presente na moda de rua. O destaque, porém, fica para uma estampa específica: o Vichy.

O desenho surgiu na década de 1950 e foi eternizado nos looks de Brigitte Bardot, especialmente no vestido de casamento que usou para a cerimônia com o ator Jacques Charrier. A padronagem surgiu na cidade francesa de mesmo nome, e desde o ano passado tem despertado o interesse das fashionistas dentro e fora das passarelas.

A diferença deste xadrez para os demais é que ele é simplificado, com uma divisão clara entre as cores e espaçamentos bem definidos. Pense em uma toalha de piquenique ou uma camisa simples em preto e branco (muito comum em festivais de música, por exemplo). Bem diferente do tartan, tão comum em peças de lã.

 

A dica é usar a padronagem para brincar com sobreposições e texturas: uma camisa alongada sob um casaco de pelúcia, um sobretudo sobre uma calça vinilizada, ou ainda combinando com estampas diferentes (as listras são uma boa aposta!)

 

Outro detalhe que não passa batido é o tamanho dos quadrados. Eles podem ser tanto maiores e espaçados, quanto menores e mais juntos uns dos outros, criando um efeito de ilusão de ótica.

 

Apesar de ser a paleta de cores preferida, o preto e branco não é obrigatório no Vichy, e você pode também optar por cores diferentes para variar a padronagem.

 


La vie en Rouge

Na dúvida, vá de vermelho!
Queimado ou aberto, sensual ou boyish, o vermelho (em todas as suas nuances) é a cor do momento. No algodão, na malha, no tricô, no cetim, no paetê, no moletom, no couro, na seda… não importa o tecido: o vermelho foi presença quase onipresente nas passarelas mundo afora, surgindo em looks que podem ir da padaria ao red carpet.

O visual monocromático promete bombar no streetstyle da temporada.

 

Casacos luxuosos e peças ladylike, fazem jus ao potencial poderoso da cor.

 

Vale também usar o tom em diferentes texturas para criar uma produção bastante atual – o veludo é o preferido para brincar com a cor, mas as transparências também foram uma escolha dos estilistas em Milão.

 

Não são apenas as peças de roupa que ficam incríveis em tons de vermelho. Sapatos, bolsa, lenços e muitos outros acessórios vermelhos também deixam o look ainda mais bacana.

Pode ser texturizada, com detalhes ou acetinada, mas precisa ser vermelha! A cor, inflamada e sedutora, foi destaque absoluto nas bolsas desfiladas nas passarelas de inverno 2017.

Na Gucci, Alessandro Michele combinou a versão de couro réptil com vestidos super-estampados e vibrantes. Na Valentino, o modelo de couro liso foi um ponto vibrante meio à estética neorromântica. Na Fendi, a aposta foi o total red. O resultado foi um visual forte e intrépido.

 

Vermelho tem o poder de elevar a confiança de toda mulher, exala glamour, é sexy e sedutor realçando qualquer tom de pele. Quase toda mulher possui uma peça vermelha no guarda-roupa e este promete ser o ano ideal para adquirir peças nesta cor, tendo em vista a variedade considerável que irá invadir as lojas.

Vermelho é  também, uma das minhas escolhas favoritas para as unhas, assim como o batom — que esta sempre em alta. A versatilidade desta cor é ilimitada, sendo perfeita para entradas marcantes. Então, siga a sugestão das passarelas e divirta-se!

 

Beijinhos,
Cah

 

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS (C) MADAME CARLOTA                        Programação: Sara Silva