Bem-vindas à era dos brilhos e tons contrastantes.

O preto e o cinza podem até ser unanimidades no inverno, mas um toque de cor, às vezes, pode fazer toda a diferença nas produções dos dias frios. É aí que entra o mostarda.

Tendência nas passarelas de inverno 2017, o tom mais escuro de amarelo é aposta certa para atualizar o look sem muito esforço. Versátil, a cor forma um par perfeito com outros tons terrosos, como o marrom e o vinho.

Na hora de aderir à tendência, invista em tricôs, blusas de gola alta e vestidos ou calças de veludo. O resultado é muito cool. Vejam algumas dicas e inspirem-se!

 

 

 

 

Vamos combinar que mais de 80% das mulheres brasileiras são insatisfeitas com seu corpo. A boa notícia é que na hora de se vestir existem vários truques que podem valorizar características que desejamos, entre elas: afinar e alongar.

Conheça algumas dicas de como se vestir a seu favor para causar esse efeito:

1. Vestidos ou saias evasê
O volume desse tipo de modelo proporciona uma ilusão de ótica fazendo a perna parecer mais fina. Quanto maior for o espaço entre a peça e a perna, mais estreita a perna vai parecer.

 

2. Sapatos Nudes ou com transparência 
Um dos principais truques de alongamento é montar um visual com mínimo de cortes na horizontal. O sapato nude (tom da pele) ou aqueles transparentes (super tendência!) dão sensação de continuidade das pernas, alongando a silhueta.

 

3. Estampas verticais
As estampas podem ser ótimas aliadas na hora de dar forma ao corpo. As estampas horizontais dão efeito de volume, já as verticais orientam o comprimento. Para um efeito longilíneo opte por estampas verticais que criem linhas no seu corpo.

 

4. Calça Flare 
A calça Flare ou Boot Cut são ótimas para alongar a perna! Por serem mais larguinhas não marcam a panturrilha. Use com um salto alto e deixe a bainha da calça quase beijando o chão. O efeito é no ato!

 

5. Calça Jeans sem lavagens
As lavagens mais claras nas coxas, quadril ou panturrilhas dão destaque, acrescentando volume na região. Experimente usar jeans lisos e de preferência em tons mais escuros.

 

6. Cintura alta
As peças com cintura alta destacam a cintura e aumentam a silhueta por não deixar claro aonde as pernas se iniciam.

 

7. Monocromático
Além de ser uma tendência super elegante, os looks com uma cor só acabam com cortes horizontais, o que é ótimo para alongar a silhueta.

 

8. Sapatos de bico fino + peito dos pés à mostra
Opte por deixar o peito dos pés livres, quanto menos cortes melhor! Sapatos de bico fino, como scarpins e sapatilhas alongam e afinam as pernas.

 

Modelo derivado da moda “maxi” faz sucesso entre as famosas e fashionistas

Quando o assunto é moda, as pessoas não cansam de se reinventar. Todo momento surgem novas tendências; às vezes renovadas de temporadas passadas, às vezes com uma proposta futurista e moderna. Com os acessórios acontece o mesmo. No outono/inverno deste ano, a vedete são os brincos “lustre”. Já ouviu falar?

Os brincos lustre são, como o nome sugere, brincos grandes e pomposos produzidos com muitas pedras e detalhes.

As peças desse modelo que mais fazem sucesso são as bem trabalhadas, ricas em minúcias. Os brincos que possuem mais pedras e detalhes, aliados a um design moderno, têm agradado as mulheres pois eles se tornam o destaque do look.

Porém, deve-se ter muito cuidado na hora de compor a produção. Se o brinco for muito grande não há necessidade de usar colar. Se optar por usar outra peça, o ideal é que seja um anel ou pulseira minimalista. Também é preciso atentar para o tipo de roupa para não sobrecarregar o look.

 

 

 

 

 

 

A regra da passarela de Inverno 2017 é subir as golas. Isso quer dizer que vale resgatar aqueles suéteres turtle neck do final dos anos 80. As peças com a gola mais alta, cobrindo todo o pescoço, são mais comumente associadas às temperaturas baixas do outono/inverno. Por isso, podem ser boas substitutas para um cachecol, por exemplo.

 

 

O que se vê muito pelas ruas são as golas rolê combinadas a muita sobreposição – sejam blusas sobre blusas ou com grandes trench coats.

 

A gola rolê também pode ser uma aliada caso você queira alongar a silhueta e o rosto. Na hora do styling, prenda o cabelo para potencializar esse efeito. Também vale colocar parte das madeixas para dentro da gola. Fica super estiloso!

 

E se engana quem pensa que as golas altas aparecem só em blusas fininhas, à la segunda pele. Para destacar a região do pescoço, por exemplo, vale apostar em um modelo mais máxi e bufante. Eu adoro!

 

Como aqui no Brasil não faz tanto frio assim, a gente mostra jeitos de usar gola rolê e não passar calor! Que tal combinar aquela blusinha cropped de gola rolê com saia alta? Fica um charme!

 

22.06.2017 Xadrez ou Tartan

Que a moda tem revisitado os anos 90, isso não é novidade, mas de seu mais recente passeio por lá ela trouxe para as coleções de outono/inverno 2017 um elemento da cultura escocesa, que já foi dos punks e, na década em questão, incorporado ao visual dos grunges (em suas inseparáveis camisas de flanela): o xadrez vermelho. Mas não estamos falando do xadrez comum, não, estilo vichy, mas do poderoso tartan, padrão nascido há milênios na Grã Bretanha para distinguir clãs.

 

Com algumas linhas a mais, além das que formam os quadradinhos simétricos das toalhas de piquenique, o tartan caiu nas graças da moda e hoje, mais uma vez, ganha forças em diversas coleções. Mesmo com significado talvez mais vago do que nunca no que diz respeito a cultura – dessa vez ela não está atrelada a nenhum movimento, além do movimento fashion -, essa promete ser a estampa mais vista da estação.

 

Antes bucólico e campestre, o tartan volta modernizado, urbano e com várias cores. A vantagem é que o xadrez típico escocês pode agradar a todos os gostos: desde a forma mais tradicional até abordagens descoladas. Casacos, saias e cachecóis são exemplos de peças que aceitam bem a estampa. Inspire-se na nossa seleção.

 

 

 

 

Depois da overdose de veludo nos desfiles de inverno lá fora, é óbvio que nós também veríamos a textura por aqui. A versão com aparência molhada dá novos ares ao mood oitentista por meio de códigos mais urbanos.

Como usar? Em total looks, shapes esporte e tons sofisticados, tipo vinho e azulão.. Nas passarelas, o visual ecoou na alfaiataria da Giorgio Armani e no evening dress da Valentino, com ar jovem e descolado. Na Dior, Maria Grazia Chiuri transformou uniformes femininos da década de 40 em peças ultrassofisticadas, enquanto a Lacoste apostou num visual esportivo e futurista com o vestido parka com recortes coloridos.


Em alta há um ano, o veludo molhado segue na linha de frente das tendências mais quentes, usados não apenas em looks de alfaiataria esportiva, mas também em peças com perfume étnico. O material, aliás, é perfeito para quem está sempre viajando por ser confortável e não amassar.

O training de veludo molhado da Elie Saab tem nuances transparentes que dão ainda mais personalidade ao conjunto.


A dica é apostar na trend pra dar um toque mais elegante ao look street, deixando a produção com pegada urbana muito mais chique. Outro jeito clássico de adotar o tecido, é combinar com camisas ou suéteres nos dias frios.

Para ficar bem feminina, combine com renda; se quiser fazer a sensual/descolada, coloque uma peça de couro, e quando quiser ares mais descontraídos, coordene com um jeans.

Vejam abaixo uma seleção que fiz especialmente para vocês se inspirarem!

 

 

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS (C) MADAME CARLOTA                        Programação: Sara Silva