Forma excêntrica: sem curvas à vista, estruturas infladas dividem espaço com tecidos leves, mas longos.

Assimetria, volumes em excesso, silhueta deslocada, barra irregular, camadas maximizadas…. o contraste de shapes é um movimento que se tornou forte com a subversão do comercial, das formas proporcionais e do super-feminino, instigado pela japonesa Rei Kawakubo, da Comme des Garçons, e por Yohji Yamamoto.

Foi na década de 80 que o niponismio começou a sua revolução, composta pela excentricidade avant-garde de roupas desarmônicas e sobreposições que escondiam as curvas femininas.

Não tardou para que, embaixo de seu guarda-chuva, uma série de designers buscassem inspiração no trabalho de vanguarda. E agora, o que se vê? O movimento de transformação acontece tanto nas passarelas como nas ruas, além de ter influência do comportamento das chamadas fashion victims.

Assim como Katharine Hepburn já fazia na década de 40, com seu casaco de mangas largas, as marcas também vêm levantando o conceito de conforto, com exemplos na amplitude das jaquetas da Hermès e da Chloé, com punhos enormes, na gola canelada esportiva da Givenchy, e no longo vestido da Chanel.

Em outros detalhes, o oversized é trabalhado nos cós franzidos das saias de Stella McCartney e nos bolsos imensos da Marni. Por agora, até exagerar tem um equilíbrio – bem desequilibrado.

 

O slip dress ganhou as passarelas e as ruas com seu jeito despretensioso de camisola. Alças bem finas, detalhes de renda ou tule, corpo de seda ou cetim: é fácil reconhecer esse modelo sensual ao avistá-lo por aí. Inspirado no estilo boudoir, aquele com referências nas lingeries e peças íntimas, ele é o toque de delicadeza que o seu look precisa! Inspire-se:

xadrez!
O vestido em padronagem xadrez garante ao visual uma proposta contemporânea e antenada. Aposte na camisa lisa para o efeito perfeito ao look. Dica: calçados baixos, como a mule em couro, dá um up essencial. Invista!

 

deu renda!
O slip dress de renda dá graciosidade e delicadeza. Ambas andam juntas e dão um diferencial mais que necessário a composição. Brinque com jeans também para complementar. Aposta certa para o mood streetwear.

 

de veludo!
O tecido que agora está de volta no closet feminino e nas passarelas, não poderia deixar de estar aqui. Como ele já é bem quentinho, equilibre com blusa de manga curta e tenha uma jaqueta estratégica amarrada na cintura, caso esfrie, ela será a solução!

 

romântico!
O tecido fluido com detalhes em renda dão suavidade, adicionados à jaqueta “pesada” de couro e tênis elevam o look com estilo mais jovial e despretensioso. Acessórios finalizam o styling de modo certeiro!

 

Prever as tendências que realmente vão pegar no ano que chega não é tão simples quanto parece. Não basta ver o que dominou as passarelas, pois muitas coisas não despontam e febres de tendências surgem nas ruas, muitas vezes, sem se saber de onde. Ainda assim, especialistas tentaram prever quais as tendências para a moda masculina em 2017.

Conforto é uma das palavras-chave de 2017 para os homens. Espere silhuetas mais largas no geral para homens, independente da estação: calças mais largas; camisetas bem largas, especialmente as sem manga; bermudas largas; e por aí vai.

 

 

As sobreposições continuarão em alta. Aposte principalmente nas sobreposições leves e versáteis. Especialmente agora que, no mundo, o clima está incerto, as sobreposições funcionam bem como meia-estação, dando versatilidade estética e também funcional – você pode montar sobreposições frescas ou mais quentes.

A mistura de estilos é uma aposta para 2017. Os homens estão ficando mais confiantes no universo da moda e, perdendo o medo, estão ousando mais. O ano passado viu uma tendência a misturar estilos, principalmente elementos esportivos com alfaiataria. Há uma grande tendência a continuar essa prática, mas entrando mais a fundo e com ousadia.

O rosa já foi grande em 2016 com o rosa quartzo da pantone eleito uma das cores do ano. A tendência é que ele seja muito maior em 2017, especialmente nas roupas masculinas. Camisas, camisetas, bermudas, até mesmo casacos. A cor deve ficar nos tons pastéis ao invés dos brilhantes. O rosa cai muito bem para o estilo college ou preppy.

 

 

As calças curtas ou cropped também entraram para o universo masculino. Deixando os tornozelos de fora, esse corte de calça pode se adaptar a qualquer estilo, de esportivo a alfaiataria, passando por street style. São calças ótimas para eventos informais, como um churrasco entre amigos.

O amarelo foi outra cor que marcou presença nas passarelas e promete aparecer com força na moda masculina de 2017. Faz bastante sentido também, pois o amarelo é uma ótima cor para combinar com o verde greenery, a cor de 2017.

 

 

Artigo desenvolvido por Uppermag 

 

Oiii Madames, tudo bem?

Enquanto a moda acena com doses de conforto e de renovação, a beleza propõe um pouco de brilho para nossos dias. No meio de tudo isso, também ganha cada vez mais força a ideia de consumir conscientemente. Certo?
Vejam só o que vai ditar os meses que vem por aí.

 

1. Metalizados
Nas unhas, nas pálpebras e até nos lábios. Os acabamentos metalizado, incluindo os glitters, são a pedida. Os tons neutros, como dourado e cobre, são os mais democráticos e adaptáveis ao dia a dia, além de serem o primeiro passo perfeito pra você se acostumar com o efeito, né?!

 

2. Pisada Chapada
Usamos aos montes os saltos flatform em sandálias, mas a febre ainda tem fôlego para continuar – dessa vez, em versões invernais, como sapatos Oxford, tênis e coturnos.

 

3. Curtos e Naturais
Depois do sucesso da top brasileira Ari Westphal nas passarelas, os fios curtos e naturais têm brilhado. Quem curte?

 

4. Oversized
O shape das peças femininas tem sido redescoberto e a ideia de vestir algo solto no corpo conta cada vez mais com as adeptas. Assim, a modelagem oversized reina.

 

5. Consumo Sustentável
O mercado do slow fashion, que incentiva o consumo sustentável, ganha terreno com players de respeito, como as marcas Fernanda Yamamoto, C&A e À la Garçonne. Todas têm adotado o upcycling – prática que consiste em fazer roupas com a reabilitação e o reúso de materiais que seriam descartados.

 

6. Nature
O consumo consciente aparece ainda em outras frentes, como na beleza, como o slow Beauty. Entram em cena cosméticos à base de itens naturais, como mel, açúcar e aloe vera.

 

7. Lovely tees
A tipologia e o mundo pop se encontram nas passarelas e o resultado disso é uma série de frases desenhadas com letras gráficas e cheias de significados divertidos. Eu adoro! 🙋

 

8. Think Pink
O cor de rosa promete ser a tonalidade destaque das maquiagens de pegada fun. Esse não é um estilo que me agrada, mas tem gosto pra tudo e temos que respeitar, né?!

 

9. Athleisure
Tendência desde 2016, o estilo promete não nos abandonar tão cedo. Com ela, as roupas ficarão mais funcionais e arrojadas, com referências diretas do mundo esportivo. Quem é que não gosta de ficar confortável e na moda?! 👌

 

10. Deu Verde
A cor eleita pela Pantone como a oficial do ano é a Greenery, um tom de verde, e tem como inspiração os primeiros dias da primavera.

 

11. Jeans Repaginado
As estampas de grafite e as barras destruídas e assimétricas reforçam o aspecto urbano das peças, enquanto o shape oversized e o mix de lavagens em um mesmo item sublinham seu poder de conforto e versatilidade. Já falamos do jeans aqui e por ser a peça mais democrática que existe, faz sentido que apareça sempre em alta, néam?

 

12. Militância Fashion
Verde-musgo, estampa camuflada, parkas, abotoamento duplos, camisas estruturadas e muito bolsos. Todos os itens compõem o militarismo, que vai continuar nas araras das lojas após aparecer em desfiles de peso, como Versace, Fendi e Stella McCartney.

 

13. Maxibrincos
Quanto mais alegóricos forem, melhor. Invista em pares geométricos que trazem uma proposta de design visual, e prenda os cabelos para dar destaque às peças. A cara do verão, Madame!

 

14. All White
Em tempos de crise, ter clareza de ideias se faz necessário – e isso se reflete diretamente nas passarelas, que foram inundadas pela cor que traduz o mood. Amo me vestir de branco, e vcs?

 

15. Gotic Style
O estilo aparece mais romântico do que pesado. Ainda que o preto e os creepers venham com tudo, as rendas e a meia arrastão, bastante presente nos looks de streetstyle, trazem um pouco de leveza às produções.

 

16. Iluminador
Aplicado nos pontos de luz (na ponta do nariz e acima das bochechas), o iluminador que é figurinha carimbada em backstages de desfiles e campanhas, vira o produto must have do nécessaire.

 

17. Camisaria
Sempre em novas modelagens, com recortes e babados aos montes – a camisa Oxford retorna fortemente e derruba mais uma fronteira entre o feminino e o masculino.

 

Espero que tenham gostado das dicas!

Bjs
Cah 💋

 

 

Oi Madames,

Existe peça mais universal no closet feminino and masculino do que a camisa social azul? Ok, talvez a branca…Mas o fato é que ela vai muito além do look trabalho. Quer uma prova? Aqui tem quatro!

1480379861687596

 

No desfile de outono da A.Brand, no SPFWTRANSN42, o tema foi escapismo pra casa de praia no fim de semana. Pense: roupas confortáveis, clássicas e a cara das férias.

1480381568657294

 

E não é que a camisa de alfaiataria se encaixou direitinho na produção relax? Nem as peças clássicas estão imunes às tendências da moda! No caso, a camisa azul, em versão lisa ou listrada, que ganhou babados mil.

1480545987837096

 

1480380902920578

 

148054437736974

 

Inspire-se no olhar fashion de várias cool girls do mundo e saiba como usar.

Bjss

 

 

 

 

 

Colete, slip dress, maxicalças e bolsas sacolas são algumas das peças que prometem invadir o guarda-roupa no próximo verão. Conheça as principais apostas desta temporada, inspire-se e arrase!

 

1. Slip Dress
Vistos nas criações de Calvin Klein, Givenchy e Burberry, o vestido é sensual, com toque acetinado e tem aquela cara de camisola charmosa dos 90′. O slip dress traz ao look um ar romântico, com os detalhes da renda e transparência. Tanto para o dia, como para a noite, o item pede complemento, que podem variar de uma peça de tricot a uma jaqueta bomber.

14756321626925

1475631915203290

 

2. Top com babados
Feminino e delicado na medida, os modelos com os ombros de fora, com apenas uma camada na altura do busto, são uma boa maneira de começar. Nas semanas de moda internacionais, os modelos eram mais ousados. Vestidos inteiros feitos de babados estavam presentes nos desfiles de grandes estilistas como Balmain e Elie Saab.

1475633119692339

 

3. Túnica
Além de muito femininas, as túnicas dão um visual mais sofisticado e elegante a qualquer produção.
A túnica é um traje muito comum em várias culturas e etnias em diversas partes do mundo, como no Oriente Médio. Uma espécie de vestido largo e leve, as túnicas são originalmente longas e de mangas compridas. Nesta temporada, elas apareceram repaginadas em comprimentos mais curtos e sem mangas. Podem ser usadas como peças únicas, mas funcionam muito bem com saias, como nas passarelas de Boss e Gabriele Colangelo.

1475633837864131

 

4. Vestido estilo avental
Com seu shape reto, ele traz um ar jovial e casual para a produção. A modelagem lembra um salopete e os tecidos aparecem de formas variadas, como em couro, camurça suede e jeans. Tanto no couro, como no suede, o vestido avental deixa de lado um pouco o ar jovial e aceita uma pitada de sensualidade. Longo, midi ou curto. A peça vem sendo combinada com tênis, flatforms, oxfords e creppers.

1475706200499856

 

5. Colete e Maxi Colete
O que já era tendência em estações passadas continua na moda para essa primavera/verão. Curto ou longo, em jeans, couro, suede ou alfaiataria, a peça é super curinga e versátil.
O colete alongado é uma peça que faz diferença em qualquer produção, seja ela casual ou mais sofisticada. Ele pode ser de jeans, alfaiataria, suede ou renda. Podem ser estampados ou lisos, o preto é curinga e vai estar em alta. Destaque para os maxi coletes bem estruturados e com assimetrias.

1475707285631727

1475707558235817

147570777286542

1475708850485536

 

6. Maxicalça
Seguindo a linha da tendência oversized, as maxicalças possuim um caimento largo no corpo e chegam a ter a barra arrastando no chão. As pantalonas de tecidos leves representam uma forte aposta da temporada e compõem looks chiques e sofisticados.

1475709605247953

1475710111315698

 

7. Top Bardot
O foco da temporada é total nos ombros, que além de recortes estratégicos, ganham decotes retos como nas coleções de Barbara Casasola e Ohne Titel. O modelo traz sensualidade e modernidade, podendo ser usado não somente em blusas mas também em vestidos.

1475711173499085

 

8. Gargantilha
Nos anos 90 as gargantilhas eram uma febre, em 2016/2017 elas voltam com tudo numa releitura mais elegante e poderosa. A versão desfilada na passarela de Christian Dior chamou atenção. Enquanto a maquiagem se torna mais minimalista os acessórios ganham mais poder. Em posts anteriores, falamos sobre as gargantilhas que seguem forte tendência nesta temporada.

1475711589592093

1475711736181275

 

9. Bolsa Sacola
Aquela bolsa sacola bem prática, vista nos desfiles de Jason Wu e Tommy Hilfiger, vai ter muito espaço nas ruas. Com alças mais finas e traços básicos, as bolsas sacolas aparecem desde tons mais neutros, como o bege e o grafite, até estampas e cores vibrantes!

1475719566917791

 

10. Sandália de tiras
O modelo de tirinhas, estilo o da Chloé, é forte candidato a calçado favorito do verão 2017. Independente da cor, o item promete dominar as ruas e o pé da mulherada.

1475803884227370

 

E aí, gostaram? Já adotaram alguma dessas tendências?
Conta pra gente! 🙂

Bjinhos

 

 

 

E quando você achou que jeans + jeans tinha datado…. fashionistas do mundo inteiro provam que não.
É natural que a moda olhe para outras culturas de tempos em tempos, resgatando valores que às vezes parecem um tanto esquecidos pela sociedade moderna. A valorização de diferentes culturas abre amplos horizontes de interpretação, como uma tela em branco para a criação de novas leituras, cada vez mais livres de limitações.

A versatilidade do denim dispensa maiores apresentações.

O item indispensável do dia-a-dia não se resume mais às calças básicas, mas se estende à todas as peças do closet, nas mais variadas lavagens e modelagens.
Garantindo conforto e uma boa dose de praticidade, o jeans jovializa qualquer produção, fazendo-se entender o porquê de ser sempre o queridinho de todas as estações.

Nas próximas temporadas, tecidos 100% algodão resgatam o visual true denim. Os tecidos ganham aspecto vintage com superfícies clareadas e delicadamente manchadas. Apresentam efeitos que simulam o desgaste do tempo, como destroyed, remendos, puídos e ralados. Trabalhos de superfície como patches e recortes geométricos de diferentes tons recebem influências diversas como caubói, militar e indígena.

A aplicação de franjas segue um viés artesanal, complementado por um design de superfície repleto de elementos decorativos que remetem ao espírito aventureiro e alegre do mood. Bordados ornamentais e peles marcam a tendência com uma expressão excêntrica e extravagante.

Oversized por natureza, o modelo boyfriend surge ainda mais maximalista, ora com a barra arrastando no chão, ora em versão cropped – qualquer semelhança com as baggys dos anos 1980 não é mera coincidência. Da década de 1990 voltaram os clássicos jeans de corte reto e cintura alta, que estavam em baixa desde que Kate Moss consolidou a skinny nos anos 2000. Sem dar sinais de que vai perder a força tão cedo, a calça flare segue a onda dos anos 1970 e continua em alta.

Confira alguns dos melhores looks de street style com diversas maneiras de atualizar o jeans.

147139703014292

1471397980223909

1471398548847833

1471399224961985

147140005665181

1471400577223124

 

Gostaram das dicas? Deixem aqui seus comentários, Madames! 🙂

Bjinhos
Cah

 

 

 

 

 

 

Oii Madames, tudo bem?
Atendendo aos pedidos de algumas seguidoras e amigas, vamos falar sobre essa tendência que invadiu o armário da mulherada. O body!

Depois de ser tendência nas passarelas, o body, se tornou também sucesso entre as fashionistas. Surgiram diferentes modelos da peça: de manga curta e longa, estampado e liso, de lycra, algodão e outros tecidos.

Já não é de agora que o body virou a peça queridinha, a julgar pela adesão em peso da mulherada. Antes de adotar a tendência, no entanto, é preciso tomar alguns cuidados para não cometer alguns deslizes.
O segredo é manter o equilíbrio e seguir sempre o lema da moda: “justo em cima, folgado embaixo; folgado em cima, justo embaixo. Jamais tudo em uma proporção só”, certo?!

Pantalonas e saias longas casam bem com este tipo de peça, além de deixar o look elegante. Se optar pelos comprimentos mais curtos, escolha saias rodadas e shorts mais larguinhos.

foto_2429

 

Os bodies de manga longa são super sexy e elegantes. Já que as peças compensam os braços cobertos, que tal um belo decote nas costas?! Veja que abaixo temos três propostas diferentes mas todos com um mesmo objetivo: costas de fora.

foto_2414

 

Transparências, recortes geométricos e estampas estão na moda. Na hora de montar o look, é preciso dosar a informação visual de cada detalhe para criar um visual harmonioso. Se o body é estampado, melhor que as peças complementares sejam lisas, para evitar conflito de informações – e erros. Mas, se a ideia é montar um figurino criativo, vale a pena misturar as estampas, sim!

IMG_4660

 

Nas fotos abaixo, mostramos três opções de look com shorts. Com uma pegada mais street e ao mesmo tempo rocker, outro com recortes na cintura seguindo a linha mais sensual – perfeito para curtir a noite. E por ultimo, no melhor estilo despojado para curtir o dia com conforto e cheia de charme.

foto_2453

 

Versáteis, os bodies ficam lindos quando bem combinado!

E aí meninas, gostaram das dicas?
Inspirem-se e arrasem!

Bjinhos

 

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS (C) MADAME CARLOTA                        Programação: Sara Silva